5 a 9/07/2019
Data de Saída

O Parque Nacional Cavernas do Peruaçu é um local onde belas paisagens são emolduradas pela arte rupestre pré-histórica, em sítios arqueológicos milenares de importância internacional e suas cavernas de grandeza colossal.
A Unidade de Conservação foi criada em 1999, e possui área de 56.400 hectares, que compreende os municípios de Januária, Itacarambi e São João das Missões, na região norte de Minas Gerais.
Você estará entrando em um parque pouco visitado e com um cenário de tirar o folego, pinturas rupestres, formações rochosas em calcário, espeleotemas, a maior estalactite do mundo será apreciada bem de perto por você.

PARTIDA/LOCAL DE RETORNO 17:00 Horário de encontro no aeroporto de Montes Claros/MG
DIA E HORA DA PARTIDA Dia 5 de julho
DIA E HORA DO RETORNO Dia 9 de julho
O QUE ESTÁ INCLUSO
Hospedagem: Pousada do Fabião II – Januária/MG
4 cafés da manhã
3 lanche trilha
3 janteres
Atrativos:
1 – Caminhos da Lapa do Caboclo e Carlúcio
2 – Caminho da Lapa do Rezar
3 – Caminho da Lapa Bonita e Lapa do Índio
4 – Caminho da Lapa do Boquete
5 – Caminho da Gruta do Janelão
6 – Sítios arqueológicos
7 – Paredões com pinturas rupestres
Seguro Viagem (GTA – Global Travel Assistance)
Guias locais e da Operadora Soar
Transfer de Montes Claros à Januária e Januária à Montes Claros

 

O QUE NÃO ESTÁ INCLUSO
Bebidas durante as refeições
Refeições não mencionadas
Despesas de Caráter pessoal.
Passagem aérea

 

VALOR POR PESSOA
Quarto compartilhado (até 4 pessoas) – R$ 1183,00
Quarto casal ou duplo – R$ 1284,00

Informações adicionais

Opções de HospedagemQuarto Compartilhado, Quarto Duplo
1

1º dia

  • 17h00 Horário de encontro no aeroporto de Montes Claros/MG
  • 17h30 Saída do transfer para cidade d e Januária/MG
  • 20h30 Chegada na Pousada no vilarejo do Fabião II
  • Noite Livre
2

2º dia

  • 06h30 – Café da Manhã na pousada
  • 07h30 – Saída para o parque:
  • Caminhos da Lapa do Caboclo e Carlúcio
    O paredão de pinturas rupestres da Lapa do Caboclo possui uma grande concentração de pinturas do estilo Caboclo, que foram descobertas pela primeira vez neste local e que são exclusivas do Vale do Peruaçu. No Caminho da Lapa do Carlúcio, o visitante encontrará mirantes onde é possível observar as variações da mata seca em diferentes épocas do ano, os cactos e a vegetação rupestre. A trilha segue pela mata de galeria até o início da gruta do Carlúcio, onde circunda as rochas provenientes do desabamento do teto da caverna.
    – Distância: 2,6 km (ida e volta).
    – Nível de dificuldade: moderado.
    – Atrativos: história regional, paredões com pinturas rupestres e gruta.
  • Caminho da Lapa do Rezar:
    A Lapa do Rezar reúne toda a grandiosidade do cânion do rio Peruaçu à riqueza da arte rupestre pré-histórica. Abriga um sítio rupestre com pinturas e gravuras bem conservadas. Destacam-se também as dimensões do seu salão de entrada, que alcança 90 metros de largura e mais de 40 metros de altura, além da variedade e exuberância dos espeleotemas. Trata-se de um dos atrativos que mais exige esforço físico, com mais de 500 degraus, mas a chegada é recompensadora.
    – Distância: 2.4 km (ida e volta)
    – Nível de dificuldade: pesado.
    – Atrativos: história regional, mata seca, mata de galeria, sítio arqueológico, paredões com pinturas rupestres, caverna escura e espeleotemas.
  • 18h00 – Retorno para pousada
  • 19h00 – Jantar na pousada (incluso)
  • Noite livre.
3

3º Dia

  • 06h30 – Café da Manhã na pousada
  • 07h30 – Saída para o parque:
  • Caminho da Lapa Bonita e Lapa do Índio
    A Lapa Bonita é uma das mais belas e ornamentadas grutas do Parque. Possui salões e galerias repletos de espeleotemas, além do salão coberto por sedimentos avermelhados, chamado de Salão Vermelho. A Lapa do Índio possui registros arqueológicos com painéis de pinturas rupestres que cobrem paredes inteiras e até mesmo o teto. Da Lapa do Índio também é possível apreciar o Mirante do Índio, em que se pode ver a abertura da Gruta do Janelão e toda a área do Centro de Visitantes Janelão.

– Distância: 1,5 metros (ida e volta).
– Nível de dificuldade: leve

  • Caminho da Lapa do Boquete
    Na Lapa do Boquete encontra-se um dos principais e mais estudados sítios arqueológicos do Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, onde foram encontrados alguns sepultamentos e é possível verificar a presença de um silo pré-histórico – estrutura de armazenamento de alimentos.
    – Distância: 1.2 km (ida e volta).
    – Nível de dificuldade: leve
    – Atrativos: lapas, pinturas rupestres, escavações arqueológicas e observação da paisagem
  • 18h00 – Retorno para pousada
  • 19h00 – Jantar na pousada (incluso)
  • Noite livre.
4

4º dia

  • 06h30 – Café da Manhã na pousada
  • 07h30 – Saída para o parque:
  • Caminho da Gruta do Janelão
    A Gruta do Janelão é o principal atrativo do Parque. A grandiosidade da caverna é expressa em suas enormes dolinas, na imensidão de seus salões e em seus gigantescos espeleotemas. O paredão rochoso, logo na entrada, é um grande ateliê a céu aberto que conta a história da presença humana no Vale do Peruaçu. É na gruta do Janelão que está localizada a maior estalactite do mundo, a Perna da Bailarina.
    – Distância: 4,8 km (ida e volta).
    – Nível de dificuldade: semipesado.
    – Atrativos: caverna, monumentos geológicos, paredões com pinturas rupestres, sítios arqueológicos e observação da paisagem.
  • 18h00 – Retorno para pousada
  • 19h00 – Jantar na pousada (incluso)
  • Noite livre.
5

5º dia

  • 06h30 – Café da Manhã na pousada
  • 07h00 – Saída para o Rio São Francisco (local de banho)
  • 11h00 – Retorno para Pousada
  • 13h00 – Check-out com destino ao aeroporto de Montes Claros/MG

Avaliações do pacote

Não existem avaliações para este pacote

Escrever um comentário

Avaliação